fbpx

Pintura interna e externa

Dentro de uma obra, a pintura é a etapa de acabamento que possui mais variações.

Conforme o padrão construtivo de um empreendimento e da necessidade, pode haver pintura de parede com ou sem o uso de textura, massa corrida, impermeabilizante… além disso, há uma variedade de tipos de tintas presentes no mercado, adequadas a cada uso.

A pintura pode estar presente em outros elementos construídos, tais como piso, teto, gradis, corrimãos, redes de incêndio, redes de gás e outras tubulações que ficarão expostas.

Dentre os principais tipos de tinta, se encontram:

  • Tinta Látex ou PVA: tinta a base d’água, com secagem rápida, de fácil aplicação e que não possui cheiro forte. Esse tipo de tinta é ideal para superfícies que requerem um acabamento fosco e que já possuem uma base mais clara, como forros de gesso.
  • Tinta acrílica: também à base d’água, possui melhor cobertura quando comparada à tinta PVA, é resistente ao mofo, fácil de limpar e impermeabiliza a superfície. É a tinta ideal para a pintura de paredes.
  • Tinta esmalte: essa tinta a base de solvente, possui um cheiro forte e entrega à superfície onde é aplicada maior proteção. Desse modo, ela é ideal para a pintura de gradis e de madeiras.
  • Tinta epóxi: à base de solvente, pode possuir acabamento fosco ou brilhante, é impermeabilizante, durável e resistente à umidade, sendo a tinta mais utilizada em pinturas de pisos de garagens e hospitais, por exemplo.

Texto produzido pela engenheira civil Natália Martinello.

Gostou deste artigo?

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on whatsapp
Compartilhe no Whatsapp
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest

Deixe um comentário